BOI-BUMBÁ
MÚLTIPLO NAS DENOMINAÇÕES.
ÚNICO NA TEATRALIDADE.

FAÇA O DOWNLOAD DA MÚSICA BOI METALIZADO,
O BRASILEIRITMO
DE JULHO.

DOWNLOAD

BOI METALIZADO

Tudo é simples e complexo, real e abstrato no Bumba Meu Boi. A riqueza que disso decorre já começa com suas batidas de origem africana, que abusam da polirritmia, ou seja, a mistura de ritmos ternários e binários: algo como assobiar uma valsa vienense e ao mesmo tempo bater palmas em ritmo de samba, só que de uma forma tão bem casada e harmoniosa que cria uma ilusão auditiva, alternando a percepção de cada ritmo dependendo da “intenção” de quem ouve. Então quando este ritmo se junta à dança e ao multicolorido metalizado dos bois, índios e figuras mitológicas, forma-se um caleidoscópio musical único que é o Bumba Meu Boi. Dos inúmeros tipos e sotaques existentes, escolhi como inspiração para o nosso Boi Metalizado, o ritmo do Maranhão, inspirado principalmente nos sotaques de Pindaré (ou da Baixada) e do Costa de Mão.

Você poderá notar no início, os tambores e vozes femininas entoando um “ritmo de valsa” que tende a nos levar para o sonho, para o mágico: na lenda original, é o Boi ressuscitado (ou humanizado?) que agora dança feliz. Em seguida, começa a batida mais “pé no chão” da zabumba acompanhada do coro que canta “…Ê boooi …”, como num chamado para lembrar ao nosso protagonista que ele pode e deve se destacar da boiada, apesar de sua condição de boi.

No final da música, os dois ritmos se misturam. Como na vida, sonho e realidade convivem.

Vida de gente ou vida de gado?
Ê Bumba Meu Boi, Ê Boi-Bumbá!
Daniel Carlomagno
Compositor, Instrumentista e Produtor Musical

ETIMOLOGIA

Há duas versões para a composição da palavra Bumba. A primeira dá conta de que é onomatopeia do som da zabumba. A outra, a de que traduz uma interjeição, expressando "Vamos, meu boi!", "Aguenta, meu boi" ou "Bate, meu
boi!".

Bumba meu boi tem uma grande variação de nomes em diferentes regiões do País. A mais conhecida é boi-bumbá, mas também se chama boi-calemba, boi-calumba, boi-culemba, boi-de-mamão, boi-de-matraca, boi-de-melão, boi-de-orquestra, boi-de-reis, boi-de-zabumba, boi-melão, boi-pintadinho, boi-surubi, boi
surubim, boizinho, bumba, bumba-boi, cavalo-marinho.

REGIÃO

Regiões Norte e Nordeste.

Brasileiritmos Boi-Bumbá
Centro Histórico de São Luis - MaranhãoCaboclo com vestimentas do Bumba Meu Boi

HISTÓRIA

Bumba meu boi ou boi-bumbá surgiu no século XVIII como dança e encenação, nas regiões Norte e Nordeste do Brasil, em uma grande mistura de teatro, dança, música e circo. Nasceu como uma manifestação crítica à situação social de negros e índios. Tem fortes influências das culturas africana, indígena e européia. As encenações – que se realizam geralmente nas festas juninas e também Natal e Carnaval – representam a história do rapto, morte e ressurreição de um boi. Os estilos de canções executadas durante a festividade são variados, entre cantigas, aboios, toadas e repentes. Além do Boi, vários outros personagens participam da história como Arlequim, Pastorinha, Turtuqué, o engenheiro, o padre, o médico, o diabo.

O avanço dos meios de comunicação e de outras manifestações culturais praticamente sufocou o gênero, que se restringiu durante muitos anos a ser encenado em comunidades rurais e pesqueiras que ajudaram a preservar suas tradições. Muito popular em São Luís do Maranhão, influenciou a festa na cidade de Parintins, no Amazonas, que se tornou um grande evento no qual se enfrentam no bumbódromo os bois Caprichoso (azul) e Garantido (vermelho), para mais de 50 mil pessoas.

INSTRUMENTOS

Os instrumentos utilizados no Bumba Meu Boi são matracas (dois pedaços de madeira que são atritados, emitindo um som característico), tambores, pandeiros, o chocalho maracá e o tambor onça, uma cuíca que emite um som grave. Há, também, a presença de saxofones e banjos, mas não é comum para todos os festejos.

DANÇA

Dança folclórica encenada em desfile pelas ruas, onde os participantes se vestem com fantasias e tendo o boi como personagem central.

Tambores - Instrumento do Boi-Bumbá

PRINCIPAIS ARTISTAS

Brasileiritmos CarrapichoBrasileiritmos Papete
Brasileiritmos Fafá de BelémBrasileiritmos Chico da Silva
Brasileiritmos Quinteto Violado
Brasileiritmos Quinteto Violado

DISCOGRAFIA/MÚSICAS

Boi Metalizado - Brasileiritmos Leograf
(Daniel Carlomagno/ Leograf)
Tic Tic Tac
Carrapicho
Cavalo Marinho Bumbá
Quinteto Violado
Linda Garota
Bumba Meu Boi De Axixá
Catirina
Papete
Vermelho
David Assayasz, Fafá de Belém
Gado Bom Quem Tem Sou Eu
Otacilio Batista
Maranhão, Meu Tesouro, Meu Torrão
Alcione
Bela Mocidade
Bumba Meu Boi De Axixá
Entrada do Boi Misterioso
Quinteto Violado
Engenho de Flores
Papete
Boi Sensação
Lobato

ARTISTAS RELACIONADOS

Boi de Mamão de Itacorobi (SC)
Carrapicho
Chico da Silva
Elis Regina
Fafá de Belém
José Tobias
Otacílio Batista 
Papete
Quinteto Violado
Teatro União e Olho Vivo 
Waldemar Henrique
Zélia Barbosa

REFERÊNCIAS

http://brasilescola.uol.com.br/folclore/bumbameuboi.htm

http://cliquemusic.uol.com.br/generos/ver/bumbameuboi

http://www.dicionarioinformal.com.br/bumba-meu-boi/

http://bumba-meu-boi.info/

RITMOS

Brasileiritmos Leograaf Bossa Nova
Brasileiritmos Leograf Marcha-Rancho
Brasileiritmos Leograf Ciranda
Brasileiritmos Leograf Maracatu
Brasileiritmos Leograf Moda de Viola
Brasileiritmos Leograf Baião
Brasileiritmos Leograf Boi
Brasileiritmos Leograf Frevo
Brasileiritmos Leograf Coco
Brasileiritmos Leograf Choro
Brasileiritmos Leograf Samba