MARACATU
MÚLTIPLO NA INTENSIDADE.
ÚNICO NA SONORIDADE.

FAÇA O DOWNLOAD DA MÚSICA MARACATU AMARELO,
O BRASILEIRITMO DE ABRIL.

DOWNLOAD

MARACATU AMARELO

Nada é pequeno no Maracatu. Ele soa grandioso, imponente, demasiadamente humano com suas alfaias, caixas e gonguês tocados simultaneamente com ligeiras “imperfeições”, fazendo com que 10 instrumentos se transformem em 1000!

A sua singular linha rítmica é sinuosa, embusteira e misteriosa. O seu “vai-não-vai” desenha imediatamente em nossas mentes uma dança esperta e colorida, cheia de ginga e vitalidade podendo manter animada por várias horas a multidão que o acompanha.

Em nosso Maracatu Amarelo, procurei distribuir para outros instrumentos as células rítmicas dos instrumentos tradicionais. Por exemplo, o piano imita a levada do gonguê, o violão imita o ritmo da caixa e depois passam a tocar juntos no decorrer da música. A melodia principal é feita em uníssono por viola, rabeca e pífano, quando, por fim, entram as vozes masculinas.

Os sintetizadores estão onipresentes e formam um par perfeito com este antigo ritmo. Chico Science, Lenine e tantos outros craques que o digam...
Daniel Carlomagno
Compositor e Produtor Musical

ETIMOLOGIA

A palavra maracatu não tem uma etimologia definida. Uma versão dá conta de que seria uma onomatopeia de um tipo de rufo dos tambores, uma senha para avisar da chegada da polícia que reprimia as festividades. Popularmente, se emprega a palavra para designar confusão, desarrumação.

REGIÃO

Estado de Pernambuco, nas cidades de Recife, Olinda e Igarassu (atualmente, Itapissuma, Abreu e Lima e Itamaracá).

Região Brasileiritmos Marcha-Rancho
Historia Brasileiritmos Marcha-RanchoHistoria Brasileiritmos Marcha-Rancho

HISTÓRIA

Na mistura das culturas africana, ameríndia e europeia, do período escravocrata, surgiu o Maracatu, como a música e dança que celebravam as festas de coroação de reis e rainhas negros protegidos pelas irmandades de Nossa Senhora do Rosário e São Benedito. No início eram dois tipos: Maracatu do Baque Virado ou Maracatu Nação e Maracatu do Baque Solto ou Maracatu Rural.

Com o fim da escravidão, o ritmo foi às ruas nos dias dos Santos Reis, nas festas de Nossa Senhora do Rosário e no Carnaval. Desta forma, com o passar dos anos, influenciou diferentes compositores e artistas da MPB, como o baiano Dorival Caymmi, Trigêmeos Vocalistas, o sambista carioca Jamelão, o também carioca Jorge Ben e Gilberto Gil, com a famosa composição Maracatu Atômico, de Jorge Mautner e Nelson Jacobina. Mas foi Alceu Valença, um filho de Pernambuco, quem se apropriou e modernizou o gênero, com os discos Cavalo de Pau (1982) e Maracatus, Batuques e Ladeiras (1994).

Alguns artistas enveredaram por versões estilizadas como Egberto Gismonti; Antúlio Madureira; a dupla pernambucana Lenine e Lula Queiroga e a batida eletrônica de Chico Science & Nação Zumbi.

INSTRUMENTOS

Alfaias, agogô, tarol, zabumba e ganzás. Nas composições mais modernas entram instrumentos diversos, inclusive os eletrônicos.

DANÇA

A dança é parecida com a do candomblé, marcada por coreografias específicas. Os participantes representam personagens históricos (reis, embaixadores, rainhas).

Instrumento e Dança Brasileiritmos Marcha-Rancho

PRINCIPAIS ARTISTAS

Alceu Valença Brasileiritmos MaracatuChico Science Brasileiritmos Maracatu
João de Barro Braguinha Brasileiritmos Marcha-RanchoNoel Rosa Brasileiritmos Marcha-Rancho
Gilberto Gil Brasileiritmos Maracatu
Lenine Brasileiritmos MaracatuGilberto Gil Brasileiritmos Maracatu
Mestre Ambrósio Brasileiritmos Maracatu
Brasileiritmos Maracatu

DISCOGRAFIA/MÚSICAS

Maracatu Amarelo - Daniel Carlomagno e Leograf
(Daniel Carlomagno/ Leograf)
Coroa Imperial - Expedito Baracho
(Paulo Lopes/ Sebastião Lopes)
Meu Maracatu Pesa Uma Tonelada - Nação Zumbi
(Jorge Du Peixe/ Nação Zumbi)
Maracatu Elegante - Meicio Askanasy, José Prates, Iban de Paula
(José Prates)
Mas Que Nada - Jorge Ben
(Jorge Ben)
Maracatu Atômico - Gilberto Gil
(Nelson Jacobina/ Jorge Mautner)
Maracatu - Egberto Gismonti
(Egberto Gismonti)
Maracatu - Alveu Valença
(Alceu Valença/ Ascenso Ferreira)
Mateus Embaixador - Antonio Nóbrega
(Antonio Nóbrega)
Três Vendas - Ife Tolentino, Ingrid Laubrock, Mônica Vasconcelos, Chris Wells
(Siba)
Faze O Que? - Pedro Luis e a Parede
(Pedro Luis)
A Praieira - Chico Science, Nação Zumbi
(Chico Science)
Candeeiro Encantado - Amarelo Manga
(Lenine/ Paulo Cesar Pinheiro)
Dois Olhos Negros - Lenine
(Lenine)

ARTISTAS RELACIONADOS

Alceu Valença
Antonio Nóbrega
Antúlio Madureira
Chico Science
Claudionor Germano
Dorival Caymmi
Egberto Gismonti
Gilberto Gil
Jamelão
Jorge Ben 
Jorge Mautner
Lenine
Mestre Ambrósio
Nelson Jacobina
Siba
Trigêmeos Vocalistas
Via Sat

REFERÊNCIAS

maracatu.org.br

suapesquisa.com/folclorebrasileiro/maracatu.htm

acervo.novaescola.org.br/fundamental-2/maracatu-676336.shtml

portodeluanda.maracatu.org.br/sobre-o-maracatu/origem-da-palavra/

Dicionário das Manifestações Folclóricas de Pernambuco (Yaracilda Farias Coimet)

bibliotecaderitmos.com.br/ritmo/maracatu/

cliquemusic.uol.com.br/generos/ver/maracatu

RITMOS

Brasileiritmos Leograaf Bossa Nova
Brasileiritmos Leograf Marcha-Rancho
Brasileiritmos Leograf Ciranda
Brasileiritmos Leograf Maracatu
Brasileiritmos Leograf Moda de Viola
Brasileiritmos Leograf Baião
Brasileiritmos Leograf Boi
Brasileiritmos Leograf Frevo
Brasileiritmos Leograf Coco
Brasileiritmos Leograf Choro
Brasileiritmos Leograf Samba